terça-feira, 29 de outubro de 2019

Meus investimentos cobriram todas as minhas despesas!

Desde que me conheço por gente, sempre fui muito metódico... gosto de controlar, de registrar, e isso até me ajudou muito na minha carreira. E uma das coisas que eu registro desde que comecei a trabalhar (em 2012) foram as minhas despesas e a valorização/rentabilidade dos meus investimentos.

Bom, hoje é um marco para mim: a valorização / rentabilidade dos meus investimentos superaram TODAS as despesas que tive até hoje (*na minha vida como adulto - trabalhando).


É como se eu tivesse conseguido economizar 100% do salário que recebi desde 2012!

Nestes valores, eu não inclui o que desembolsei para a aquisição do imóvel alugado (pois considero um investimento).

Outro ponto: olha o impacto que fez quando comprei um carro (e paguei ele a vista)... e 2 anos depois, o vendi (por isso a curva da despesa tem esse desvio).

86 meses, onde gastei R$ 224mil, uma média de R$ 2.605 por mês!

Fica o registro... a vida simples, muito trabalho e um pouco de conhecimento em investimentos já está fazendo a diferença...




quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Fechamento Setembro 2019 | R$ 528.115,03 (+3,12%)

Prezados colegas, aqui estou para divulgar como foi meu setembro... de forma resumida porque o tempo está muito curto ultimamente:

Ativos Financeiros: R$ 528.115,03
Patrimônio Total: R$ 871.195,88

Rentabilidade no mês: 1,56%
Rentabilidade em 2019: 14,91%
Rentabilidade em 12 meses: 22,92%

Aporte em Setembro: R$ 7.860,44
Renda Passiva: R$ 2.561,04

Novamente resultados consistentes... resolvi aportar um pouco mais agora em bitcoin, dado essa baixa recente. Agora tenho incríveis 0,15 btc em carteira! UAU

Estou lendo um livro chamado "Como ter sorte", escrito por Max Gunther. Se você não conhece esse autor, deve conhecer uma obra dele, chamada "Os axiomas de Zurique", que, assim como mamilos, costumam ser bem polêmicos na blogosfera por aí.

Ainda não terminei o livro, mas tenho que reconhecer uma de suas mensagens: temos que distinguir o que é resultado de planejamento com o que vem de pura sorte.
Olhando como alguns ativos meus se valorizaram hoje, e pensando o porque eu escolhi, percebo que tive muito mais sorte do que habilidade ou planejamento.

Estou com 117% de valorização na EZTC3, o que atualmente é meu "melhor ativo".
Eu comprei este ativo muito influenciado pelo "KB Investimentos" (aliás, recomendo a visita: https://kbinvestimentos.com.br/ ), pois sempre gostei das análises dele. Não devo me considerar o melhor investidor do mundo olhando a valorização desta ação, pois acho que tive sorte em, devido a meu hábito de leitura da blogosfera, um dia decidir investir nela...

Olha só, não estou eu aqui dizendo que o resultado e rentabilidade de todo mundo aqui é puramente resultado de sorte, mas temos que reconhecer o papel dela nas nossas vidas...

Grande abraço e boa sorte a todos aqui!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Fechamento Agosto 2019 | R$ 512.101,86 (+1,77%)

Olá caros leitores!

Segue abaixo meu fechamento financeiro referente a Agosto de 2019:


Achei que o mês estava perdido, mas na última semana o mercado se recuperou e fechei positivo. Rentabilidade 12 meses em 20,00% ! Considero muito consistente, já que ainda tenho conhecimentos relativamente limitados de investimentos.



Carteira de ativos financeiros segue crescendo firme e forte.

Deixa eu contar uma situação que me aconteceu esta semana:

Estava eu, voltando para o hotel onde estou hospedado, em uma capital do sudoeste de nosso país, quando decido parar e pedir um McDonalds. Pedi a promoção 2 por 14,90 e me sentei para comer...
Abri minha Coca 600ml que estava comigo... e comecei a pensar na minha vida.

Sabe o que veio na minha cabeça? Que com 12 anos (uns 20 anos atrás), comer McDonalds para mim era somente quando meu primo rico vinha me visitar, e minha tia pagava uma McOferta para nós. Eu lembro que para minha mãe, era um lanche muito caro e a visão que eu tinha daquilo era realmente de "ostentação".

Ostentação? Oi?
Um BigMac... ostentação para um garoto de 12 anos. Que mudança de parâmetro, pois hoje só como Mc em situação de praticidade mesmo (e por questões de saúde, nem recomendo).

Ainda voltando para o hotel, eu estava a pé (afinal não passa de 20min de caminhada, e eu estou muito sedentário) comecei a pensar sobre qual a percepção que eu "projeto" para o mundo. Certamente quem passava por mim não iria imaginar que possuo R$ 850K em patrimônio, sem nenhuma dívida.

E bom, isso é MUITO DINHEIRO. Percebi que esse valor ficou totalmente abstrato para mim. Não tenho noção do que R$ 850K poderia me proporcionar de conforto e outras coisas. Até porque meus hábitos não mudaram muito desde que comecei a trabalhar. Eu aparento um trabalhador médio de 32 anos ganhando seus 2.800/mês, indo pegar um ônibus.

Eu tinha um celular comprado em 2016, que paguei uns R$ 1.100 nele na época. Em janeiro de 2019, depois de um bom tempo "namorando", decidi comprar um celular chinês, pagando R$ 2.500 nele!

Realmente não sei porquê não fiz isso antes. Esse gasto representou 00,3% do meu patrimônio na época, mas me proporcionou um "ganho" de uso incrível! Processador OctaCore, 8GB RAM, 128GB de espaço, câmera muito boa, pagamentos via NFC... enfim. 

Será que o Pobre Japa comprou um HUAWEI ?
Claro, talvez a minha "pãodurisse" nisso foi em ter escolhido um chinês ao invés de um SAMSUNG ou Iphone da vida, onde o equivalente sairia por uns R$ 4.000... mas é que até então eu tinha um bloqueio mental em gastar mais de 2K em um celular.

E olha só, não é o caso (e provavelmente, devido a minha condição profissional, não irei fazê-lo) mas, confesso que namoro um carro aí que custa R$ 40.000, e que representaria 4,7% do meu patrimônio! O dedo coçaaaa... mas de carro ainda estou longe...

Bom, é isso. Essa evolução da condição financeira me deixa tranquilo, confesso. 
Mais 3 anos trabalhando, acho que chego ao MILHÃO (sem contar o apartamento) e talvez já chute o pau da barraca de vez.

Abraço a todos!